Esclarecimento e consolo na perda de entes queridos

Você está aqui:
Go to Top

Marlene Severino Nobre

A médica ginecologista, doutora Marlene Nobre, foi um dos mais representativos nomes da história do Espiritismo no mundo. Foi uma das fundadoras da Associação Médico Espírita do Estado de São Paulo, em seguida da AME Brasil e mais tarde da AME Internacional.
Uma das principais conferencistas do movimento espírita brasileiro e internacional, era também editora da Folha Espírita, presidia o grupo espirita Cairbar Schutel e integrava a diretoria do Lar do Alvorecer, que abriga cerca de 230 crianças.
Suas obras são publicadas pela editora Fé.

Monteiro Lobato

Um dos maiores nomes da Literatura em geral e o maior escritor de literatura infanto-juvenil de todos os tempos. Escreveu contos, ensaios, romances e muitos livros infantis que o tornaram popular. Foi adido comercial nos EUA entre 1927 e 1931. Crítico social e cidadão atuante, esteve preso durante a ditadura e recusou uma cadeira na Academia Brasileira de Letras. Entre os anos de 1925 e 1950 foram vendidos quase 1 milhão e 500 mil exemplares de seus livros. Foi também pintor, jornalista, empresário, fazendeiro, advogado, sociólogo e diplomata. Monteiro Lobato foi mais do que um escritor, foi um brasileiro notável e preocupado com o progresso do país e de sua gente.

Carl Gustav Jung

Carl Gustav Jung foi o psiquiatra e psicoterapeuta suíço que fundou a psicologia analítica. Seu trabalho tem sido influente na psiquiatria, psicologia, ciência da religião, literatura e áreas afins.

O conceito central da psicologia analítica é a individuação - o processo psicológico de integração dos opostos, incluindo o consciente e o inconsciente, mantendo, no entanto, a sua autonomia relativa. Jung considerou a individuação como o processo central do desenvolvimento humano.

Ele criou alguns dos mais conhecidos conceitos psicológicos, incluindo o arquétipo, o inconsciente coletivo, o complexo, e a sincronicidade

Yvonne do Amaral Pereira

Médium de grande sensibilidade, nos deixou obras psicografadas com profundos ensinamentos, especialmente sobre a mediunidade e as tarefas de psicografia do livro espírita. Foi ainda um exemplo de conduta como médium, colocando os livros e os autores espirituais sempre acima de si mesma.

Suas obras são publicadas pela Federação Espírita Brasileira.

Aparecida Conceição Ferreira

Luta, amor, caridade e compaixão. Assim poderíamos resumir dona Aparecida que lutou e trabalhou até o seu último momento na Terra, em favor dos mais necessitados.

Fundou o Hospital do Fogo Selvagem ao abrigar em sua própria casa 12 doentes portadores da doença, que foram expulsos do Hospital público de Uberaba, onde recebiam tratamento. Posteriormente, o hospital transformou-se em Lar da Caridade, onde além de vítimas do fogo-selvagem, passou a atender desamparados em geral.

Max Karl Ernst Ludwig Planck

Max Karl Ernst Ludwig Planck, físico alemão, é considerado o pai da física quântica e um dos físicos mais importantes do século XX. Planck foi laureado com o Nobel de Física de 1918, por suas contribuições na área da física quântica.

Descobriu a lei da radiação térmica, chamada Lei de Planck da Radiação. Essa foi a base da teoria quântica, que surgiu dez anos depois com a colaboração de Albert Einstein e Niels Bohr.

As pesquisas da física quântica estabelecem novos paradigmas científicos que explicam a realidade invisível, inclusive a existência de Deus.

Maria Telles

Neta de escravos, estudiosa e trabalhadora espírita, foi fundadora do Centro Espírita Lar de Jesus e em 1980 iniciou tarefa de distribuição de sopa aos moradores de rua da Praça Roosevelt, em São Paulo. A distribuição de sopa continua a ser realiza até hoje pela casa espírita. Apoiou e orientou a fundação de muitos outros núcleos espíritas, dentre elas a Casa Cristã da Prece, em Atibaia, SP.

Anália Franco Bastos

Anália Franco Bastos, mais conhecida como Anália Franco foi professora, jornalista, poetisa, escritora e filantropa brasileira.

Durante seus 62 anos de vida, foi responsável por fundar mais de setenta escolas, vinte e três asilos para crianças órfãs, dois albergues, uma colônia regeneradora para mulheres, uma banda musical feminina, uma orquestra, um grupo dramático, além de diversas oficinas para manufatura em 24 cidades do interior e da capital.

Na cidade de São Paulo, onde morou definitivamente a partir de 1898, também fundou uma importante instituição de auxílio às mulheres, a Associação Feminina Beneficente e Instrutiva, em 1901, que teve seu prédio tombado pelo Patrimônio Histórico da Cidade de São Paulo. Mais tarde, teve em sua homenagem uma região paulistana sendo nomeada como bairro Jardim Anália Franco.

Nicolas Camille Flammarion

Nicolas Camille Flammarion, foi astrônomo, pesquisador psíquico e divulgador científico francês. Importante pesquisador e popularizador da astronomia, recebeu notórios prêmios científicos e foi homenageado com a nomenclatura oficial de alguns corpos celestes.

Camille Flammarion também é notável por ter sido um dos primeiros pesquisadores psíquicos e espíritas, tendo desenvolvido extensa atividade nessas áreas. Abordou o espiritismo, a pesquisa psíquica e a reencarnação do ponto de vista do método científico, escrevendo: "É somente pelo método científico que podemos progredir na busca da verdade. A crença religiosa não deve tomar o lugar da análise imparcial. Devemos estar constantemente em guarda contra as ilusões".

León Dennis

León Dennis foi um pensador espírita francês, médium e um dos principais continuadores do espiritismo após a morte de Allan Kardec, ao lado de Gabriel Delanne e Camille Flammarion.

Escreveu diversos livros, com sua enorme lucidez e poesia. Dentre eles, destacamos: A questão do ser, do destino e da dor e o Porquê da vida, O Grande enigma, e o seu último foi O Gênio Céltico e o mundo invisível.

Amélie-Gabrielle Boudet

Amélie-Gabrielle Boudet, foi poetisa, escritora, artista plástica francesa. Foi professora de Letras e Belas Artes, tendo sido autora das seguintes obras: "Contos Primaveris" (1825), "Noções de Desenho" (1826) e "O Essencial em Belas Artes" (1828).

Casou-se com Hippolyte-Léon-Denizard Rivail, que posteriormente se notabilizaria sob o pseudônimo de Allan Kardec.

Colaborou permanentemente com o trabalho do marido, tornando-se grande incentivadora da Codificação e difusão do Espiritismo.

Após o falecimento de seu esposo, em 1869, assumiu todos os encargos necessários à gestão do Espiritismo, na França e no mundo, trabalhando arduamente para assegurar o legado de seu esposo. Sem sua atuação o Espiritismo não teria chegado às futuras gerações.

Allan Kardec

Hippolyte Léon Denizard Rivail foi influente educador, autor e tradutor francês. Sob o pseudônimo de Allan Kardec notabilizou-se como o codificador do espiritismo.

Foi discípulo do reformador educacional Johann Heinrich Pestalozzi e um dos pioneiros na pesquisa científica sobre fenômenos paranormais, mais notoriamente a mediunidade.

Como resultado de suas pesquisas e trabalho árduo de organização das mensagens recebidas por médiuns em todo o mundo, lançou em 18 de abril de 1857 o Livro dos Espíritos, que representa a fundação do movimento espírita.

Sócrates

Sócrates foi o mestre em busca da verdade.

Para o pensador grego, só voltando-se para seu interior o homem chega à sabedoria e se realiza como pessoa.

O pensamento do filósofo grego Sócrates marca uma reviravolta na história humana. Até então, a filosofia procurava explicar o mundo baseada na observação das forças da natureza. Com Sócrates, o ser humano voltou-se para si mesmo. Como diria mais tarde o pensador romano Cícero, coube ao grego "trazer a filosofia do céu para a terra" e concentrá-la no homem e em sua alma (em grego, a psique). A preocupação de Sócrates era levar as pessoas, por meio do autoconhecimento, à sabedoria e à prática do bem.

Chico Xavier

Chico Xavier é para nós fonte inesgotável de exemplos e reflexões. Não apenas pelo seu trabalho com os livros, mas acima de tudo, por sua dedicação à doutrina espírita e amor ao próximo.
Psicografou mais de 400 livros, entre eles:
Paulo e Estevão, Há dois Mil anos, 50 anos depois, Renúncia, Ave Cristo, Nosso Lar. A grande maioria de suas obras são publicadas pela Federação Espírita Brasileira.

Herculano Pires

Jornalista e filósofo, segundo Chico Xavier, Herculano Pires foi um homem que compreendeu profundamente os postulados espíritas e trabalhou por praticá-los. Seus livros de conteúdo profundo e esclarecedor continuam a representar fonte de aprendizado para aqueles que desejam crescer espiritualmente.
Suas obras são publicadas pela Editora Paideia.